Emrbiologia

Embriologia

A embriologia

A embriologia é a ciência da biologia que estuda os processos de formação do embrião até o momento do nascimento.

 

A fecundação é o mecanismo de fusão dos gametas masculino e feminino da mesma espécie formando um zigoto (célula diploide), através da identificação bioquímica das células de determinada espécie. Na espécie humana, a célula gamética feminina fecundada é o ovócito secundário (n), que posteriormente não deixa outros espermatozoides entrarem e há finalização da segunda divisão meiótica. O gameta masculino (microgameta), após fundir-se com o gameta feminino (macrogameta), terá que fundir os núcleos haploides de suas células, processo esse denominado anfimixia (cariogamia).

Observação: caso ocorra a fusão de gametas de seres de espécies diferentes gerando um ser vivo infértil, denominamos o mesmo de híbrido.

Observação: 

Célula haploide possui metade do conteúdo genético.

Célula diploide possui o total do conteúdo genético de determinada espécie.

A clivagem ou segmentação consiste nas divisões que ocorrem a partir da formação do zigoto, ou seja, mitoses sucessivas que geram células em números pares; essas células são chamadas de blastômeros. Quando há a formação de um aglomerado de células, chamamos o mesmo de mórula. Quanto maior a quantidade de vitelo encontrada no ovo, mais devagar ocorrerão as segmentações.

A blastulação é a etapa posterior à clivagem e é caracterizada pela formação da blástula. A blástula é uma cavidade cheia de líquidos, contendo as células na periferia, sendo a cavidade interna denominada blastocele (cavidade da blástula). Nesta etapa encontra-se a maior quantidade de células tronco.

A gastrulação é a etapa posterior à blastulação e é caracterizada pela formação da gástrula. A gástrula é uma estrutura esférica proveniente da invaginação de uma porção da blástula, gerando um orifício denominado blastóporo. A porção do tecido que fica voltada para o lado interno é denominada endoderma e a porção que fica voltada para o lado externo é denominada ectoderma.

A neurulação (nêurula) é a etapa posterior à gastrulação. A nêurula é caracterizada pela formação da placa neural, fenda neural e tubo neural. Pode-se observar também o celoma e a cavidade celomática, a notocorda e o intestino primitivo através de um corte longitudinal do embrião.

A histogênese e a organogênese consistem respectivamente no estudo dos tecidos e órgãos do organismo que são formados a partir dos folhetos embrionários.

Aprofunde seus conhecimentos nas seguintes revistas eletrônicas de ciências:

http://www.cienciahoje.org.br/

https://super.abril.com.br/

http://www2.uol.com.br/sciam/

https://www.nature.com/nature/

https://www.nationalgeographic.com/

O material disponível no site está registrado e não pode ser copiado ou reproduzido sem a expressa autorização do autor.  É permitida a utilização dos textos em trabalhos escolares. Lembre-se que algumas das imagens são comercializadas de terceiros e os responsáveis assumirão legalmente pelo seu uso indevido.

Lei de Direitos Autorais Nº 9.610 de 19 de fevereiro de 1998.

© 2015 por OMNIBIOCIÊNCIA - O melhor conteúdo de Ciências e biologia para estudantes do Ensino Fundamental e Médio.